Sábado, 04 de Dezembro de 2021 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Levantamento revela um aumento de 38% nos acidentes com ciclistas em MG

Auto | 19/08/2021 | 16:29 |

(foto: Max Pixel/Creative Commons) O número de acidentes com ciclistas teve um aumento de 38% em Minas Gerais durante os cinco primeiros meses de 2021, comparado ao mesmo período do ano passado. O estado ficou acima da média registrada no país, onde houve um crescimento de 30% dos acidentes que exigiram atendimento médico. O alerta foi feito pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), que aproveitou o Dia Nacional do Ciclista, comemorado hoje (19/08), para debater o tema. Belo Horizonte também foi citada entre as capitais onde o panorama deste tipo de acidente é preocupante.

SAIBA MAIS "A superioridade numérica dos acidentes envolvendo pedestres e motociclistas fez com que os ciclistas fossem negligenciados enquanto objeto de políticas de prevenção. Percorrem ruas e estradas, partilhando espaço com veículos pesados e, muitas vezes, sequer sendo percebidos. Comparada a alguém que se desloca em um automóvel, uma pessoa que circula em uma bicicleta tem uma probabilidade de óbito oito vezes maior", afirmou Flávio Adura, diretor científico da Abramet.

O perfil dos ciclistas que se envolveram em acidentes graves em todo o país apontam a predominância para os homens, que respondem por 80% dos casos. Já a faixa etária predominante está entre 20 e 59 anos, que corresponde a 60% dos acidentes. Os casos envolvendo menores de 20 anos somam 31%, enquanto os maiores de 60 chegam quase a 10% dos casos. O estudo contou com suporte da agência 360° CI, que utilizou dados oficiais do Datasus, do Ministério da Saúde, relativos aos sinistros de trânsito envolvendo ciclistas.

"Esses dados demonstram a importância de termos atenção e iniciativas focadas nesse público. O uso da bicicleta cresceu no Brasil e exige uma abordagem de prevenção ao sinistro", avalia Antônio Meira Júnior, presidente da Abramet. De acordo com a entidade, o conhecimento produzido será utilizado para propor ações e procedimentos que aprimorem o atendimento de sinistros envolvendo o ciclista, assim como o reforço de políticas públicas que protejam suas vidas.

O estudo revela alguns estados onde o crescimento dos acidentes com ciclistas foi ainda maior que em Minas Gerais. Em 2021, Goiás registrou um aumento de casos de 240% em relação a 2020. Os estados em que a incidência de sinistros graves acumulou crescimento de 100% ou mais foram Rondônia (113%) e Sergipe (100%). Além de Belo Horizonte, outras capitais, como Goiânia e Fortaleza, tiveram aumento significativo deste tipo de acidente.

Vário fatores explicam o aumento do uso das bicicletas no Brasil, mercado que, segundo dados da Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike), cresceu 50% no ano de 2020, fechando o ano em 6 milhões de unidades vendidas. Um dos motivos é a pandemia da Covid-19, que levou ao fechamento de academias, parques e praças por diversos meses, levando as pessoas a se exercitarem fora desses ambientes. Outro fator ligado à pandemia são as pessoas que adotaram a bicicleta para evitar as aglomerações do transporte público. O recorrente aumento no preço dos combustíveis também tem estimulado o uso das bicicletas.

| Fotos: Vrum |
PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Colégio Luterano Rui Barbosa
Grafica Marechal - Impressos, Carimbos, Banners, Adesivos
Sonoriza Som Serviços de Som, Luzes e Divulgação 45 99917-7363
Tadeu Materiais de Construção
Siga Conecta Oeste no Facebook