Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

100 anos de terror: confira os filmes mais marcantes do gênero

Tecnologia | 31/10/2020 | 02:22 |
Os filmes de terror completam 100 anos representados pela revista americana Variety em dez obras que marcaram cada década. A publicação deixa claro que os filmes não são, necessariamente, os melhores daquele período. O objetivo da lista é mostrar como essas obras refletem os medos vividos em cada época. A revista ainda observa que o gênero segue popular entre o público, independente da pouca simpatia que desperta em críticos de cinema e premiações. ReproduçãoRevista especializada em entretenimento fez uma seleção de obras de arrepiar. Na imagem, cena do representante dos anos 2010 "Corra!". Crédito: Reprodução

Década de 1920: "Nosferatu"

O filme alemão "Nosferatu", uma adaptação não autorizada da obra "Drácula" de Bram Stoker, foi lançado em 1922. Na época, o mundo se recuperava da Primeira Guerra Mundial e da Gripe Espanhola. Para a revista, o vampiro Conde Orlok representa perfeitamente o período por ser uma espécie de encarnação da morte e da destruição, ao aterrorizar uma cidade atormentada pela peste. Outras obras da década que também foram lembradas são: "O Gabinete do Dr. Caligari" (1920), "O Corcunda de Notre Dame" (1923), "O Fantasma da Ópera" (1925) e "O Gato e o Canário" (1927).

Década de 1930: "Frankenstein"

O escolhido para a década de 30 é também uma adaptação literária, embora não muito fiel ao livro de Mary Shelly. Lançado em 1931, "Frankenstein" tem como um dos temas centrais a arrogância do homem. Para a publicação, as atitudes arrogantes de homens poderosos - que acreditam poder mudar a ordem natural das coisas - eram o verdadeiro terror para a população da época.  Vivendo a Grande Depressão econômica, o terror da sociedade era os políticos e banqueiros. Outro ponto observado pela revista é que vários filmes da época eram ambientados na Europa, em locais como Transilvânia e Londres. Um fato relacionado pela publicação com temores ainda da Primeira Guerra Mundial, cujos conflitos foram centrados no continente. Outros longametragens marcantes da década foram: "Drácula" (1931), "O Médico e o Monstro" (1931), "A Casa Sinistra" (1932), "King Kong" (1933) e "A Noiva de Frankenstein" (1935).

Década de 1940: "Sangue de Pantera" 

O período teria sido marcado em Hollywood por obras que retratavam temas mais realísticos, relacionados à Segunda Guerra Mundial. No entanto, alguns títulos como "Sangue de Pantera", de 1942 e "I Walked with a Zombie", de 1943, ganharam as telonas por meio do diretor Jacques Tourneur. O temor do desconhecido seria uma temática que permeia as obras.  A década também teve alguns remakes e filmes como "O Lobisomem" (1941) e “Isle of the Dead” (1945).

Década de 1950: "Godzilla"  

Diante dos primeiros testes e bombas nucleares, os filmes passaram a focar em monstros acidentais. Entre as criaturas "nucleares" que ganharam as telas do cinema, estão o "Godzilla" (ou Gojira na versão japonesa) e o "Attack of the Giant Leeches" (1959). Outras menções honrosas da década foram "Vampiros de Almas" (1956), "A Mosca da Cabeça Branca" (1958) e "O Ataque da Mulher de 15 Metros" (1958).

Década de 1960: "O Bebê de Rosemary" 

O filme "O Bebê de Rosemary", de 1968, foi escolhido por representar a temática de conspiração e a paranoia da década. A sensação de vigilância e de que o governo americano estava mentindo eram o cenário perfeito para as conspirações. Outros filmes notáveis do período foram: "Psicose" (1960), "Os Inocentes" (1961) e "A Noite dos Mortos-Vivos" (1968).

Década de 1970: "Halloween" 

A década se concentrou em assassinos humanos, em contrapartida aos monstros do passado. A mudança refletiu o medo da sociedade perante assassinatos como os perpetuados pela seita de Charles Manson, que atacava pessoas aleatórias. Essa tendência pode ser observada em obras como: “Halloween” (1978),  e "O Massacre da Serra Elétrica" (1974). Outros clássicos dos anos 70 são: "Carrie, a estranha" (1976) e "O exorcista" (1873).

Década de 1980: "A Mosca" 

Após enfrentar epidemias de AIDS e o ebola, entre o final dos anos 70 e o início dos 80, filmes como "A mosca" (1986) exploravam a deterioração do corpo humano e novas formas pelas quais os organismos poderiam ser atacados. Obras como "O Iluminado" (1980), "O Enigma de Outro Mundo" (1982) e “Poltergeist” (1982) também marcaram o período.

Década de 1990: "Pânico"  

Lançado em 1996 para uma geração que cresceu assistindo filmes de terror, "Pânico" alcançou uma audiência que já conhecia os estereótipos do gênero. De acordo com a revista "eles já tinham vistos os filmes, então riram da ideia de entrar em um quarto escuro sozinho. Foi o filme de terror perfeito para uma década desapegada". Vale ressaltar também longas como "A Bruxa de Blair" (1999), "A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça" (1999) e "O Sexto Sentido" (1999).

Década de 2000: "Kairo"  

O filme japonês cult "Kairo" (2001) foi o escolhido pela Variety para representar a década. O motivo foi sua temática digital que acerta em cheio os medos relacionados ao universo da internet e da conectividade. Outros filmes do período que envolviam a tecnologia foram "Uma Chamada Perdida" (2003) e "Atividade Paranormal"  (2007). As obras "Os outros" (2001) e "O Chamado" (2002) também são destaques da década.

Década de 2010: "Corra!" 

Uma década marcada por protestos, como #BlackLivesMatter, mostrou o clamor de algumas camadas da sociedade por terem suas vozes ouvidas. Assim, muitas obras buscaram contar histórias a partir de novas perspectivas, algumas com discussões sociais. Nesse contexto, o filme "Corra!" (2017) despertou muitas interpretações e debates. De forma semelhante, títulos como "Garota Sombria Caminha pela Noite" (2014) e "Um Lugar Silencioso" (2018). Foram lembrados ainda: "Invasão Zumbi" (2016), "Nós" (2019) e “Midsommar- O Mal Não Espera a Noite” (2019). Fonte - Variety
| Fotos: Divulgação / Olhar Digital |
PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Divulgação, Locação de Som e Luzes
Contrate Sonoriza Som
Point Drink's, o Point especializado em Drink's
Tradição e qualidade nos mínimos detalhes! Agende seu horário!
Arena Society