Sonoriza Som
Banner Expo Agosto
Negócios

Projeto do fotógrafo Pablo Roniere quer plantar 5 mil árvores até 2025

Projeto criado pelo empresário e fotógrafo Pablo Roniere para ajudar no replantio da floresta está em planejamento, para execução a partir de 2023 ...

05/08/2022 15h15
Por: Marcos Umeres
Fonte: Agência Dino
12
livre
livre

Natural de Capanema, no interior do Pará, Pablo Roniere vive em Belém desde 2010. Na capital, o fotógrafo de casamentos agora está focado no projeto para replantio da floresta amazônica.

O Brasil já possui mais de dois mil projetos de replantio, são iniciativas tocadas por organizações da sociedade civil, empresas, agricultores, instituições de pesquisa e governos que foram mapeadas pela primeira vez pela Aliança pela Restauração na Amazônia.

O desmatamento detectado em abril de 2022 ocorreu no Mato Grosso (31%), Amazonas (29%), Pará (20%), Rondônia (16%), Roraima (2%), Maranhão (1%) e Acre (1%). 

É pensando em mudar esse cenário que o projeto “Plantar para colher” está sendo planejado e a intenção é focar nas áreas mais afetadas pelo desmatamento no estado do Pará. 

“A gente vai realizar esse plantio de árvores por meio dos plantios agroflorestais, envolvendo diretamente várias famílias. Uma pequena parte do projeto vai ser desenvolvida na região metropolitana de Belém, dando continuidade em ações que já temos lá nessa região. Têm umas áreas mapeadas, mas a gente ainda vai finalizar esse processo, mas as pré-indicações iniciais são que o projeto deve ocorrer em Belém, Paragominas, e Castanhal, principalmente nas agrovilas”, explica.

A estimativa do projeto é envolver diretamente cerca de 10 famílias, ou seja, as ações devem ocorrer em 10 propriedades.

“A gente tem uma meta de plantar 5 mil árvores. A importância é de restauração, por conta do desmatamento que tem avançado muito nos últimos anos, então esse apoio vem de encontro a essa necessidade que temos de conscientização das famílias sobre desmatamento, restaurar áreas, nascentes de vários igarapés impactados com esse desmatamento com relação à qualidade e quantidade da água. Então, é um apoio muito importante para o nosso trabalho de restauração que beneficia não só essas famílias, mas toda a sociedade com plantio de árvores”, destaca.

A primeira etapa da ação será o plantio de 500 mudas de árvores, no dia 15 de janeiro de 2023, na área do Universidade Federal do Pará - Área de Medicina Veterinária, em Castanhal, local que acolhe animais vítimas maus-tratos e realiza operações. “A cidade foi escolhida para esse plantio por estar em uma região que historicamente sofre com falta de água. Desta forma, vamos auxiliar na recuperação da mata das margens dos rios para, assim, melhorar a condição do ciclo hídrico da região”.

Mais informações: @pabloronierefotografias

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários