CAMPANHA DE NATAL - ACIMACAR
CAMPANHA FEIRÃO DE VEÍCULOS - ACIMACAR
Sonoriza Som
CAMPANHA FEIRÃO DE VEÍCULOS - ACIMACAR
Anuncie Aqui
Senado Federal

CDR debaterá gestão de recursos dos fundos constitucionais por bancos

A Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) promoverá audiência pública para discutir o PL 5.187/2019 , que autoriza a gestão de parte dos recurso...

21/11/2023 13h50
Por: Marcos Umeres
Fonte: Agência Senado
27
O requerimento para a audiência é dos senadores Jaques Wagner e Randolfe Rodrigues - Foto: Pedro França/Agência Senado
O requerimento para a audiência é dos senadores Jaques Wagner e Randolfe Rodrigues - Foto: Pedro França/Agência Senado

A Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) promoverá audiência pública para discutir o PL 5.187/2019 , que autoriza a gestão de parte dos recursos dos fundos constitucionais por instituição financeira que não seja a administradora original. O objetivo do debate é ouvir governo e bancos públicos sobre o tema. O requerimento para a audiência foi aprovado nesta terça-feira (21), mas a data ainda não foi definida. A iniciativa foi do senador Jaques Wagner (PT-BA), subscrita pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Relatado pela senadora Margareth Buzetti (PSD-MT), a proposta tem intenção de incentivar a melhor utilização dos recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte (FNO), do Nordeste (FNE) e do Centro-Oeste (FCO). Para Wagner, no entanto, ao impor o repasse mínimo de 40% a outros bancos, sem condicionantes objetivas e sem verificação de demanda por parte dessas instituições financeiras federais, o texto pode prejudicar a política pública de fomento a essas regiões e propiciar má alocação de recursos.

Para o debate, serão convidados representantes dos Ministérios da Integração e do Desenvolvimento Regional e da Fazenda e dos Bancos do Brasil, da Amazônia e do Nordeste.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários