Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Hamilton supera Verstappen e lidera único treino livre da Fórmula 1 em Ímola

Brasil | 31/10/2020 | 13:30 |
Empolgado depois de ter se tornado o recordista de vitórias da Fórmula 1 ao vencer o GP de Portugal e superar Michael Schumacher, Lewis Hamilton foi o piloto mais rápido no único treino livre para o GP da Emilia-Romagna, em Ímola, na Itália. Neste sábado, o britânico anotou o tempo de 1min14s726 em sua melhor volta e superou o holandês Max Verstappen, da Red Bull, por 0s297.

Piloto que mais tem ameaçado a hegemonia da Mercedes em 2020, Verstappen passou boa parte do treino livre na liderança, quase sempre com uma margem de 0s2 de vantagem. No entanto, o cenário mudou a partir da simulação da classificação com pneus macios.

Hamilton foi o primeiro a andar abaixo de 1min14s, consolidou vantagem de quase 0s3 sobre o holandês e ficou com o primeiro lugar. Dono de 92 triunfos na categoria, o hexacampeão busca mais uma vitória na temporada para ficar ainda mais perto do heptacampeonato. Ele lidera o Mundial de Pilotos com folga.

O terceiro colocado foi Valtteri Bottas. O finlandês da Mercedes foi competitivo e marcou 1min15s218. Com um capacete especial em homenagem a Ayrton Senna, o francês Pierre Gasly, da AlphaTaur, fez o quarto melhor tempo (1min15s633), à frente do monegasco Charles Leclerc, a Ferrari mais bem colocada (1min15s688).

A Renault teve um bom desempenho na atividade no circuito italiano, com o australiano Daniel Ricciardo e o francês Esteban Ocon em sexto e sétimo lugares, respectivamente. O russo Daniil Kvyat, da AlphaTauri, foi o oitavo, o tailandês Alexander Albon, da Red Bull, apareceu em nono, e o canadense Lance Stroll, da Racing Point, fechou o top 10.

Com apenas um treino livre programado, a atividade foi muito disputada e frenética desde o primeiro minuto. Os pilotos percorreram mais da metade da distância de um grande prêmio. Bottas e Kvyat completaram 47 voltas, sendo que a corrida tem 63.

A Fórmula 1 volta à cidade de Ímola após 14 anos. O tradicional Grande Prêmio, palco do trágico acidente que tirou a vida de Aryton Senna, em 1994, no entanto, não é mais batizado de San Marino, e passou a ser chamado de GP da Emilia-Romagna, em referência à localização, na Itália.

A presença da F-1 em Ímola, a princípio, estava fora dos planos da FIA. A prova foi remanejada para a cidade em decorrência da pandemia da covid-19, responsável por cancelar uma série de etapas da competição.

A sessão de classificação ocorrerá às 10 horas (horário de Brasília) deste sábado. A largada do GP da Emilia Romagna, no circuito italiano, está agendada para domingo, às 9h10. 

| Fotos: Notícias ao Minuto |
PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Point Drink's, o Point especializado em Drink's
Arena Society
Divulgação, Locação de Som e Luzes
Contrate Sonoriza Som
Tradição e qualidade nos mínimos detalhes! Agende seu horário!