Terça-Feira, 18 de Janeiro de 2022 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quanto tempo demora para se acostumar com os óculos de grau?

Paraná | 01/12/2021 | 18:36 |

Durante a pandemia, 38% dos brasileiros tiveram piora na visão. O dado é do Sistema Único de Saúde e mostra que os óculos de grau se tornaram uma necessidade cada vez mais comum. Mas mesmo depois de feitas as lentes corretivas, ainda há outro problema: nem todo mundo se acostuma. Isso acontece porque a visão é individual, depende da percepção de contrastes e, na maioria das vezes, os óculos são feitos após o teste de resolução de imagem – aquelas letras pretas em fundo branco que são projetadas na parede durante a consulta com o médico. “A adaptação com os óculos depende da qualidade da visão que o paciente tem. Então, em alguns casos, a medida da visão com as letras pode até estar adequada, mas a qualidade da visão pode não ser boa e o paciente vai reclamar dos óculos”, observa o diretor técnico da Médicos de Olhos S.A, Dr. Hamilton Moreira (CRM 9388 | RQE 2872).

Para reduzir o índice de problemas com a adaptação aos óculos, a Médicos de Olhos S.A utiliza equipamentos de alta tecnologia, como o OPD Scan. “Ao examinar o paciente com este equipamento, identificamos que há dificuldades com a qualidade da visão, o que nos permite indicações mais precisas e adequadas”, completa o oftalmologista. O OPD Scan simula a qualidade da visão de dia e à noite, auxiliando os médicos a entenderem melhor as queixas dos pacientes.

Adaptação às lentes multifocais é mais demorada

Pessoas que têm dificuldades para enxergar de perto, de longe e no campo intermediário ao mesmo tempo precisam utilizar óculos com lentes multifocais. Elas precisam ser montadas na armação perfeitamente, o que eleva o custo e, por consequência, as expectativas do paciente. Mas a adaptação a esse modelo está entre as mais demoradas. “A postura do paciente quando tira as medidas na ótica é diferente do dia a dia, por isso, é normal ter dificuldades para se acostumar. A avaliação deve ser muito precisa no consultório”, explica o Dr. Hamilton. “Quando podemos antecipar isso e agir preventivamente, verificando também se a qualidade de visão do paciente é boa, evitamos desperdício de dinheiro”, diz.

Outras situações que interferem na adaptação aos óculos de grau são o astigmatismo irregular, a síndrome do olho seco, e casos em que existe uma mínima catarata. Val ressaltar que todos esses casos podem ser detectados nos exames oftalmológicos, evitando tentativas frustradas de usar óculos que não resolvem o problema.

No geral, a adaptação aos óculos multifocais leva entre 15 e 30 dias, quando o paciente está usando esse modelo pela primeira vez. Já os óculos monofocais devem proporcionar conforto imediato. “Se o paciente perceber dor de cabeça ou desconforto visual com lentes monofocais, deve retornar ao médico que prescreveu”, pontua o diretor técnico da Médicos de Olhos S.A. O Dr. Hamilton Moreira pontua que a tecnologia utilizada na rede de clínicas evita a prescrição errada: “É raríssimo. A grande maioria das pessoas que não se acostumam com os óculos têm alguma alteração adicional que não foi detectada no exame básico de rotina”.

O desconforto ou a dificuldade de adaptação não devem durar muito. Para acelerar a solução desses casos, a Médicos de Olhos S.A tem um pronto atendimento 24 horas em Curitiba. A unidade tem uma rede de profissionais de oftalmologia para emergências e o grande diferencial é a possibilidade de marcar consultas para revisão de óculos de grau fora do horário comercial tradicional. “Tornamos o acesso à oftalmologia mais rápido, facilitando a vida de pacientes que trabalham durante o dia e só poderiam marcar consultas à noite, por exemplo”, finaliza o Dr. Hamilton.

Diretor Técnico: Dr. Hamilton Moreira - CRM 9388 | RQE 2872

PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Colégio Luterano Rui Barbosa
Tadeu Materiais de Construção